Celacanto

Deixe um comentário

O celacanto é um peixe e, o mais impressionante, é um fóssil vivo. Ele surgiu há 390 milhões de anos e foi considerado extinto há 65 milhões de anos.

Existem duas espécies de celacanto, o nome significa coluna oca. Os celacantos são peixes grandes, podem alcançar 1,8 metros de comprimento. Estes peixes são piscívoros, têm escamas que atuam como uma armadura. Os celacantos são pretos e têm manchas brancas.

O peixe foi novamente descoberto em 1938, na África do sul. A segunda espécie foi descrita em 1999, na Indonésia.

 Latimeria chalumnae  

Anúncios

Archaeopteryx

Deixe um comentário

O archaeopteryx foi, supostamente, a primeira ave do mudo. Viveu no período Jurássico, na Alemanha, por volta de há 150 milhões de anos. O primeiro fóssil a ser descoberto era apenas uma pena e, no mesmo ano em que foi descoberto, encontrou-se um esqueleto completo, desde então foram descobertos mais 10 indivíduos.

O archaeopteryx tinha mais ou menos o tamanho de um corvo, mas alguns indivíduos tinham 50cm de comprimento e pesavam mais de 1kg. Apesar de se parecer com uma ave, o animal tinha muitas características de dinossauros raptores. Em 2011 foi feito um estudo às penas do animal e concluí-se que ele tinha penas pretas, tal como os corvos.

 Archaeopteryx tamanhos que variam entre cerca de 25 e 50 cm de comprimento e entre 25 e 60 cm de envergadura

 

A relação entre o raptor e as aves

Deixe um comentário

Os raptores são animais muito parecidos com aves; tinham penas, eram rápidos e ágeis mas, alguns deles, tinham asas e poderiam voar durante alguns segundos, tal como as galinhas. Na realidade os raptores não foram os únicos possíveis antepassados das aves, os alossauros e os tiranossauros deram origem aos perús, às galinhas e outras aves pequenas.

chickdino

Os raptores são especiais pois começaram a desenvolver asas a meados do período cretácico e o microraptor já conseguia planar e tinha quatro asas, uma em cada membro. Mas em meados do período jurássico os raptores evoluíram para o archeoptérix, também conhecido como a primeira ave, que tinha características de ave e de raptor.

 

Assim é possível concluir-se que a ave veio do raptor.

Leão das cavernas

Deixe um comentário

O leão das cavernas foi o maior felino de todos os tempos, media 3,9 metros de comprimento e pesava 500 kg. Estes animais são representados em pinturas rupestres. Era muito forte, mais do que os tigres e os leões pois chegava a ter a força de 15 homens. 

Pelas pinturas rupestres, deduz-se que os leões das cavernas tivessem pele riscada como os tigres e juba e um tufo de pêlos na ponta da cauda tal como os leões.

Os leões das cavernas viveram na Europa até ao ano 100 d.C, o que sugere que seja a mesma espécie do leão europeu também utilizado nos coliseus romanos. A principal teoria da extinção do leão das cavernas é a das alterações climáticas que aumentaram a temperatura de forma global.

Imagem

Ave do terror

2 comentários

As aves do terror foram aves que viveram no tempo em que os mamíferos se estavam a diversificar ou seja, 60-2 milhões de anos.

As aves do terror eram solitárias e caçavam cavalos, camelos, perguiças gigantes e até mesmo rinocerontes pré-históricos. Podiam correr tão depressa como avestruzes e tinham um bico poderosíssimo que podia matar tigres dentes de sabre.

As aves do terror viveram na América do sul até que na Florida foi descoberto o Kelenken, uma ave do terror que viveu há 2 milhões de anos.

Um dos problemas das aves de terror era a sua infância pois os lobos e os tigres dentes de sabre caçavam-nas.

Imagem

Imagem

T-rex vs Giganotossauro

8 comentários

Separados por mais de 25 milhões de anos e bastantes quilómetros de terra o Tiranossauro Rex e o Giganotossauro nunca se cruzaram, mas e se isso acontecesse…? quem é que venceria essa terrível batalha.

Portanto temos dois dos maiores carnívoros de todos os tempos o rei dos dinossauros contra o peso pesado dos carnívoros.

Concorrente número 1: Tyrannosarus Rex

Tamanho: pode chegar aos 16m de comprimento e pesar até 13 toneladas de peso

Armas: crânio de 1,8m com 56 dentes de 33 centímetros, mordida de 27 toneladas de força,  o t-rex era mais rápido pois chegava aos 40 km/h

Fraquezas: Braços muito pequenos e fracos

Concorrente 2: Giganotossauro

Tamanho: Até 14 metros e 11 toneladas de peso.

Armas: braços compridos e fortes e mordida de mais de 8 toneladas de pressão

Fraquezas: Muito lento chegando aos 18km por hora

E agora o cenário e a batalha:

Numa selva pré-histórica um t-rex alimenta-se da sua presa, um giganotossauro esfomeado atira-se para ele. O giganotossauro morde o t-rex no pescoço mas o t-rex liberta-se e ataca o giganotossauro que cai no terreno, o tiranossauro ataca e disfere o golpe final ficando com o giganotossauro e com a sua presa.

Vencedor: T-rex

Gorgossauro

Deixe um comentário

O gorgossauro foi um parente do tiranossauro rex que viveu durante o período Cretácico, apesar de ser muito parecido com o Tiranossauro não era da mesma subfamília, a dele era a do Albertossauro.

O gorgossauro na idade adulta chegava aos 9 metros de comprimento, mais de 2,5 metros de altura e podia pesar 2,4 toneladas. O maior crânio de gorgossauro media cerca de 99cm de comprimento, um bocadinho menor do que os do Daspletossauro.

Era possível que o gorgossauro e os outros parentes do t-rex vivessem e caçassem em conjunto e com uma boa velocidade e mordidas altamente venenosas seriam muito mais perigosos do que se julgava.

Older Entries